Bem Vindos ao Meu Caldeirão !!!

EU SOU!!!
Sou a magia elemental contida neste corpo causal
Sou forma feminina condensada em partículas de pura emoção
Sou a essência mais antiga que o próprio pensamento
Sou inspiração, que chega de leve como a brisa do verão
Sou o ar que alimenta o fogo animal da mais louca paixão
Sou rainha de mim mesma, muito além das brumas do tempo
Sou o brilho dos olhos refletido no êxtase deste olhar
Sou chuva que refresca a terra árida e sem esperança
Sou o pensamento dos sentimentos sem razão
Sou energia que ascende além da forma

Sou o vapor da água cristalina, carregada pelas nuvens do céu
Sou tudo e não sou nada, pois me achei neste exato momento!!!

Paty Witch Maeve


sexta-feira, 10 de abril de 2009

Ostara


.

A Páscoa nos rituais Celtas - Ostara
.
.
Primeiro dia da primavera (Equinócio da Primavera).Em 2009, no Hemisfério Sul, ocorre no dia 22/Set às 18h18min (Horário de Brasília).
Hemisfério Norte, ocorre nos dias 20 ou 21 de Março.
  • Sabbat para cultuar a deusa Oster

Ostara é o festival em homenagem á Deusa Oster, Senhora da Fertilidade, cujo símbolo é o coelho. Foi desse antigo festival que teve origem a Páscoa.

Nesse dia sagrado, os antigos acendiam fogueiras ao nascer do sol, tocavam sinos e decoravam ovos cozidos. Este antigo costume pagão associado á Deusa da fertilidade ainda é praticado por todos os adeptos desta cultura.

Por isso os ovos, símbolos de fertilidade e da reprodução, eram usados nos antigos ritos da fertilidade. Pintados com vários símbolos mágicos eram lançados ao fogo como oferenda á Deusa.

Em certas partes do mundo pintavam–se os ovos com cores do equinócio da primavera, como de amarelo ou dourado (cores solares sagradas), utilizando-se para honrar ao Deus Sol.

Nos países de origem Celta, nesta época do ano, a Deusa Oster ou Eostre é lembrada e honrada com festivais que incluem flores, cores vivas, ovos e lebres.

As flores e as cores vivas representam a primavera; os ovos representam a possibilidade de uma nova vida; os rituais são feitos em homenagem à Mãe Natureza, que mais uma vez fertilizará seus campos e nutrirá os homens que vivem sobre o seu leito; e a lebre branca é o animal sagrado dedicado à Lua, que simboliza a fertilidade e a Deusa.

Os alimentos pagãos tradicionais do Sabbat do Equinócio da Primavera são os ovos cozidos, os bolos de mel, as primeiras frutas da estação em ponche de leite. Na Suécia, os "waffles" eram o prato tradicional da época.

Incensos: violeta africana, jasmim, rosa sálvia e morango.Cores das velas: dourada, verde, amarela.Pedras preciosas sagradas: ametista, água-marinha, hematita, jaspe vermelho.

Ervas ritualísticas tradicionais: bolota, quelidônia, cinco-folhas, crocus, narciso, corniso, lírio-da-páscoa, madressilva, íris, jasmim, rosa, morango, atanásia e violetas.

Oster

  • Ritual do Sabbat Ostara

Comece marcando um círculo de 3m de diâmetro, usando giz ou tinta branca. Monte um altar no centro do círculo, voltado para o norte. Coloque uma vela da cor apropriada do Sabbat no centro do altar. à direita (leste), coloque um incensório com o incenso apropriado do Sabbat ou um turíbulo contendo pedaços de carvão aquecidos, sobre o qual a sálvia será queimada. à esquerda (oeste) da vela, coloque uma tigela com ovos cozidos decorados com runas, desenhos de fertilidade e outros símbolos mágicos.

Diante da vela (sul), coloque um punhal e uma espada cerimonial consagrados. Após salpicar um pouco de sal sobre o círculo para purificá-lo, pegue a espada cerimonial e trace o círculo em movimento destrógiro, começando no leste. Enquanto traça, diga:

"Abençoado seja este círculo do Sabbat sob o nome divino de Ostara, antiga Deusa da fertilidade e da Primavera, sob seu sagrado nome e sob a sua proteção este Ritual de Sabbat agora se inicia."

Coloque a espada de volta no altar e, então, acenda a vela e o incenso. Pegue o punhal com a mão direita e ajoelhe-se diante do altar com a lâmina sobre o coração, dizendo:

" Abençoada seja a Deusa da fertilidade, Abencoado seja o seu Ritual da época da primavera. Abencoado seja o Rei-Deus Sol, Abencoado seja a sua Luz Sagrada."

Coloque a lâmina da espada sobre a região do Terceiro Olho em sua testa e diga:

"O Sol cruzou o Equador Celeste, trazendo o Sole a Lua com a mesma duração de horas. Finalmente a Deusa do Equinócio Renasceu, a sua beleza dá vida às árvores e às flores. Abençoada seja a Divina Deusa das Matas. Ela é a criadora de todas as coisas vivas. ABençoado seja o Senhor das Matas. Eu canto esta canção para a Deusa e para o Deus. Despertem, despertem todos e ouçam a voz do chamado da Deusa. Abençoada seja nossa Mãe Terra, que ela seja preenchida com paz, magia e amor. A Deusa respira a vida. A Deusa dá a vida. A Deusa é a vida. Ela reina suprema. Que assim seja!"

Encerre o ritual apagando a vela e desfazendo o círculo com a espada cerimonial em movimento levógiro. Os ovos podem ser comidos como parte do banquete do Sabbat do Equinócio da Primavera, e jogam-se conchas numa fogueira ao ar livre ou enterram-nas no chão como oferenda à Mãe Terra.

"Porque a vida precisa de pausas..."Ostara" existe lembrando que podes renovar-te sempre..."

Feliz Páscoa!!!


2 comentários:

Felipe disse...

Finalmente temos cultura na internet.
Feliz Pascoa .

Paty Witch Maeve ੴ`·..· disse...

Obrigado Felipe! Fico feliz em satisfazer sua sede de sabedoria... Ósculos na palma de sua mão